A prática dos grupos na área da saúde

  • Luana Taina Mesquita Costa IELUSC
  • Sabrina Alexandre
  • Maria Beatriz Braun Monteiro
  • Peterson Vitorio dos Santos

Resumo

Neste trabalho é feita uma análise bibliográfica sobre o emprego de grupos dentro da área de saúde, em especial, da saúde primária. Para isso foi realizado um levantamento de artigos científicos nas bases de dados Pepsic, Scielo e Google Acadêmico com os descritores “Saúde”, “Grupos”, “Grupos Operativos” e “Saúde Pública”. Observou-se nos seis estudos reunidos que a quantidade de profissionais para atendimentos individualizados é insuficiente, ao passo que a psicologia, a partir de um trabalho com grupos operativos, mostra-se como um campo científico de grande relevância social e econômica. Ao se articular como um mediador dentro desses grupos, além de oferecer uma escuta qualificada, a psicologia auxilia para resultados promissores na promoção, prevenção e educação em saúde, considerando a dimensão estratégica do trabalho em grupos na compensação de atendimento às crescentes demandas dos serviços.

Publicado
2022-11-27
Como Citar
MESQUITA COSTA, Luana Taina et al. A prática dos grupos na área da saúde. Redes - Revista Interdisciplinar do IELUSC, [S.l.], v. 5, n. 1, p. 51-60, nov. 2022. ISSN 2595-4423. Disponível em: <http://revistaredes.ielusc.br/index.php/revistaredes/article/view/149>. Acesso em: 17 abr. 2024.