Sentimentos vivenciados por mulheres após o diagnóstico de câncer de mama

  • Eduarda Souza Boing
  • Arlene Laurenti Monterrosa Ayala

Resumo

O objetivo é conhecer sentimentos e experiências vivenciadas por 10 mulheres diagnosticas com câncer de mama, a segunda principal causa de morte no mundo entre as mulheres, em um hospital da rede privada de Joinville (SC). Trata-se de um estudo descritivo com abordagem qualitativa. Os dados foram coletados por meio de questionário online contendo perguntas abertas e fechadas. A média de idade das participantes foi de 44 anos. A maioria possuía o Ensino Superior completo e era casada. A confirmação do câncer para a maioria das participantes trouxe problemas emocionais. Uma parte considerável relatou sentimentos de medo, tristeza, angústia e ansiedade ao receber o diagnóstico, enquanto outra parte citou força e coragem para vencer o câncer. O estado emocional, a hereditariedade e a fatalidade foram os fatores mais mencionados pelas participantes como a causa da doença. Como resultado, observa-se que a descoberta do câncer de mama fez com que as mulheres vivenciassem sentimentos ambíguos. Os resultados deste estudo revelaram as dificuldades vivenciadas pelas entrevistadas ao diagnóstico, dentre eles, os problemas emocionais e laborais. O estudo evidenciou que o apoio da família é de grande importância para as mulheres com câncer de mama.

Publicado
2022-11-27
Como Citar
BOING, Eduarda Souza; AYALA, Arlene Laurenti Monterrosa. Sentimentos vivenciados por mulheres após o diagnóstico de câncer de mama. Redes - Revista Interdisciplinar do IELUSC, [S.l.], v. 5, n. 1, p. 109-120, nov. 2022. ISSN 2595-4423. Disponível em: <http://revistaredes.ielusc.br/index.php/revistaredes/article/view/140>. Acesso em: 17 abr. 2024.