Da Gripe Espanhola à Covid-19 histórico das pandemias dos séculos XX e XXI e impactos da pandemia do coronavírus

  • Ian Pogan Centro Universitário Leonardo da Vinci
  • Sebastião Gonçalves Feitosa Universidade da Região de Joinville

Resumo

O presente artigo busca discorrer sobre o curso das pandemias nos séculos XX e XXI, especialmente sobre os impactos gerados pela pandemia do Coronavírus. Para uma compreensão parcial das dimensões da Pandemia de Covid-19, se faz necessário contextualizá-la historicamente. A primeira grande pandemia do século XX foi a Gripe Espanhola, que assolou o mundo nas décadas de 1910 e 1920 e inaugurou uma nova era das epidemias. O século XX testemunhou um aumento considerável da incidência de epidemias ao redor do mundo em comparação com outras épocas, e assim seguiu também no século XXI. Em outra monta, os avanços da tecnologia e da medicina possibilitaram meios de controle epidemiológico, de tratamento e cura dessas doenças. O impacto da tecnologia não somente contribuiu na área médica, mas teve profundo impacto na sociedade e na cultura como um todo. Esse impacto tornou-se mais intenso na passagem do século XX para o XXI, houve uma aceleração jamais vista nos processos de consumo e de comunicação, um aumento na interligação do mercado e da sociedade. Essas características perfazem o que se entende como “pós-moderno”. Com mais de um ano da pandemia de Covid-19, houve uma “quebra” no fluxo pós-moderno. Apesar de ainda não sabermos a totalidade dos impactos causados por ela, se pode considerar que a pandemia do Covid-19 se coloca como uma ruptura em nosso tempo. Não houve evento ou fenômeno no período recente que colocasse o modo de vida atual em risco iminente de colapso. Assim, a atual pandemia traz consigo a ambiguidade de poder ser contextualizada historicamente em uma série de outras epidemias e ainda ser uma ruptura dentro dessa contextualização, visto seus impactos nas conjunturas do mundo pós-moderno.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Sebastião Gonçalves Feitosa é formado em Composição e Regência pela Universidade de Brasília (UnB), mestre em Educação pela mesma instituição. É doutorando em Patrimônio Cultural e Sociedade pela Universidade da Região de Joinville (UNIVILLE), instituição na qual também é graduando em Psicologia. Tem experiência nas áreas de música, jornalismo e educação. É membro do grupo de estudos Imbricamentos de Linguagem da UNIVILLE.

Publicado
2021-12-19
Como Citar
POGAN, Ian; GONÇALVES FEITOSA, Sebastião. Da Gripe Espanhola à Covid-19 histórico das pandemias dos séculos XX e XXI e impactos da pandemia do coronavírus. Redes - Revista Interdisciplinar do IELUSC, [S.l.], n. 4, p. 77-88, dez. 2021. ISSN 2595-4423. Disponível em: <http://revistaredes.ielusc.br/index.php/revistaredes/article/view/128>. Acesso em: 22 maio 2022.